(11) 9.4199-7111
faleconosco@spamde.com.br
  • Siga-nos:
Avaliação Médica para Esportes em Crianças e Adolescentes

Avaliação Médica para Esportes em Crianças e Adolescentes

As atividades físicas assim como as atividades esportivas fazem parte do dia a dia das crianças e adolescentes. Brincar é a forma mais lúdica da atividade física na infância. A medida que ocorre a especialização, ou seja, o treinamento específico em uma modalidade esportiva, com aumento do numero e intensidade dos treinos, a necessidade de uma avaliação médica específica se faz necessária, considerando as particularidades relacionadas ao crescimento e desenvolvimento do indivíduo nesta etapa da sua vida. Isso geralmente ocorre na maioria das modalidades na puberdade e adolescência.

A puberdade é a fase da vida do individuo em que ocorrem mudanças físicas e fisiológicas devido a mudança hormonal decorrentes do desenvolvimento físico e que irão proporcionar mudanças no organismo da criança em direção a maturação orgânica da vida adulta. A puberdade faz parte da adolescência que vem a ser de forma global a fase de transição entre a infância e a vida adulta, com alterações físicas, biológicas, psicológicas e sociais com o distanciamento dos privilégios da infância em direção aos novos papeis sociais da idade adulta.

Em geral, a puberdade e a adolescência coincidem com o aumento da intensidade do treinamento esportivo, sendo inclusive uma fase em que em alguns casos já podemos presenciar campeões olímpicos inclusive nesta faixa etária.

Mas afinal, qual a importância da avaliação médica na criança e no adolescente? O adolescente esta exposto aos mesmos riscos de morte súbita de um adulto? Adolescente tem infarto? Tem mais lesões? O esporte pode interferir no crescimento e no desenvolvimento? A alimentação incorreta interfere na saúde e no crescimento?

Nesta faixa etária , o risco cardíaco de um adolescente é diferente de um adulto acima dos 35 anos, corresponde mais as doenças congênitas , ou seja , alterações no coração que vieram do desenvolvimento embrionário e não foram identificadas ao nascimento e aos distúrbios do ritmo cardíaco que são decorrentes da condução elétrica do coração que as vezes pode sofrer alterações e gerar uma arritmia com risco. Uma boa avaliação clinica e um eletrocardiograma com alguns exames pertinentes para cada caso pode identificar essas anomalias e afastar o jovem do esporte temporariamente ate que se institua o tratamento ou afasta-lo definitivamente, impedindo assim a morte súbita. O infarto propriamente dito acontece com mais frequência acima dos 35 anos, por isso a avaliação médica nesta faixa estaria deve ser mais especifica no sentido de procurar doenças relacionadas as coronárias e que se não tratadas elevam o risco de morte durante o exercício físico.

Outro ponto muito importante da avaliação do adolescente é estabelecer o estágio de desenvolvimento pubertário, ou seja, o quanto que ele esta desenvolvido do ponto de vista hormonal fato que lhe vai conferir melhora na sua capacidade física e fisiológica devido ao aumento da musculatura e desenvolvimento de ossos e articulações. Esta avaliação é conhecida como Estadiamento de Tanner, que nada mais é que uma sistematização do exame clinico que visa identificar o grau de desenvolvimento através da avaliação dos caracteres sexuais secundários que se exteriorizam paulatinamente durante a puberdade. O conhecimento destes estágios de desenvolvimento permite aumentar a intensidade dos treinos assim como incluir o treinamento resistido, mais conhecido como musculação de uma forma segura e baseada no desenvolvimento físico , evitando lesões e interferência no crescimento. Identificar a meta de crescimento baseada no patrimônio genético do adolescente também e de primordial importância inclusive para prever seu futuro dentro de modalidades em que a estatura do individuo em desenvolvimento pode ser de extrema importância.

Os erros alimentares muito comum nos adolescentes, em um individuo que mantem treinamento visando a excelência na modalidade pode causar perda de energia inclusive para o crescimento, portanto a identificação de uma alimentação inadequada com consequências físicas e fisiológicas em um adolescente é passível de acompanhamento e monitorização constante de equipe médica e nutricional.

Em vista do que foi apresentado, para manter um crescimento e desenvolvimento saudáveis assim como afastar o risco de doenças cardíacas graves que agregam risco a pratica do esporte de alta intensidade, uma avaliação clinica e complementar pertinente e adequada a cada caso é de extrema importância para manter o adolescente saudável e cada vez mais atingir seu objetivos de excelência no esporte, rumo a resultados cada vez melhores na idade adulta, atingido esta de uma forma saudável o que vai perdurar por anos dentro de um estilo de vida saudável e com isso já iniciar a prevenção de doenças que irão se manifestar mais tardiamente.

Silvana Vertematti
CRM 106152
Cardiologista Infantil e Médica do Exercício e do Esporte especialista pela Sociedade Brasileira de Medicina do Exercício e do Esporte.

Nenhum comentário por enquanto!

Leave a Comment

Your email address will not be published.